A Representatividade Negra Nas Séries

dear-white-people-2.jpg

Por Isabella Garcia

A representatividade negra no meio audiovisual sempre foi uma questão extremamente delicada. Tudo começa na infância, onde não se tem apresentadora, desenhos, paquita, jornalista e atrizes negras. O entretenimento ainda é um caminho muito importante para se afirmar esteticamente. Afinal, todo mundo quer ter o cabelo da personagem mais legal da série. E ninguém nunca ter o cabelo da empregada doméstica da novela. 

Saindo um pouco da conotação estética e entrando na cultural, as produções sempre gostaram de contar narrativas negras sob a perspectiva da tristeza, violência e pobreza. Não tem por onde fugir, esses fatos fazem sim parte do cotidiano, mas não é só isso.  Sempre existiu uma enorme resistência em colocar pretos como pessoas bem sucedidas, e principalmente, criar produções onde o elenco é majoritariamente negro. Não é só sobre miséria e histórias tristes.

A curtos passos, as coisas começam acontecer e as narrativas começam a ser transformadas. Vivemos em um momento onde a sociedade começa a enxergar que é necessário dar voz às pessoas que nunca tiveram. As minorias na verdade são maiorias e precisam de narrativas que contem suas histórias.

Separei algumas séries, de diferentes estilos, com protagonismo negro que vale (muito) a pena maratonar: 

Cara Gente Branca

images.jpg

A série aborda o cotidiano dos alunos negros de uma universidade de elite. Ela é muito divertida e de quebra  explica várias pautas do movimento negro: relacionamento inter-racial, violência policial, apropriação cultural e solidão da mulher negra. 

Insecure

download (1).jpg

Ela conta os dilemas de uma mulher negra adulta. Vemos com clareza as dificuldades que esse grupo enfrenta na sociedade. Mas isso é apresentado de uma maneira muito natural. Não tem um tom de militância, mas ao mesmo tempo os fatos não são ocultado.

Atlanta 

AAAABe4z4BEe6WRPvN7Sh0fcFbin997tPaC-FzW3FMt7o0HuzGhPr3Xsci6CwZF89-NpwTGq7RNhQ7SdfPC0WuUUNJ3421j4cDWSVQ.jpg

Ganhou um Globo de Ouro de “melhor série de comédia” e “melhor ator de série de comédia”. Faz uma abordagem sobre o homem negro e todas as cobranças sociais que essa figura enfrenta.Tudo isso acontece de uma forma muito divertida e envolvida por uma trilha sonora fantástica.

The Get Down

download.jpg

Uma série que foi cancelada (infelizmente) após duas temporadas. Ela se passa nos anos 70 e conta o surgimento do hip hop mostrando jovens negros do Bronx. Ela mostra uma juventude muito viva que rompe barreiras, vai atrás dos seus sonhos e que precisa resolver algumas relações familiares.   

Ela Quer Tudo

shes-gotta-have-it-netflix-canceled-renewed-590x332.jpg

Assinada por Spike Lee, a série mostra a história de uma jovem negra millenial que possui grande liberdade sexual. Nola Darling é uma artista que tem muito amor pelas suas origens é transmite isso na sua obra. A narrativa é uma grande viagem no processo de autoconhecimento da protagonista.








Isabella Garcia