Cada Vez Mais Perto Do Cada Vez Mais Longe

gigi-liVZeqDierA-unsplash.jpg

Por Isabella Garcia

A Universidade de Stanford, nos EUA, ouviu cerca de três mil americanos e publicou um estudo comparando a forma como os casais se conheciam em 1980 e como se conhecem hoje em dia. Vivemos tempos em que a tecnologia está comandando o mundo, portanto ouvir que casais são formados pela internet não surpreende ninguém. 

A pesquisa aponta que 40% dos relacionamentos heterossexuais são formados no mundo virtual. Já os homoafetivos chegam a 65%.  Enquanto isso, lá em 1980, esse número era de 0%. 

gráfico.png

Isso significa que a cada dia que passa é menos comum o romance entre vizinhos e colegas de trabalho. Não existe mais a necessidade de ter uma terceira pessoa para fazer a ponte e apresentar um potencial casal. Os aplicativos resolvem isso.

A lição que tiramos disso é que as pessoas estão se relacionando (literalmente) cada vez menos. O contato está acabando. Não é necessário fazer esforços. Não precisa sair de casa para encontrar alguém. Não precisa fazer o exercício de observar as pessoas ao seu redor e tentar achar afinidades. Estamos cada vez mais perto do cada vez mais longe.

Isabella Garcia